Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O cabeça de marreta

Com olhos cheios de lagrimas
Com calças cheias de bostas
Cobrimos a cabeça com o cobertor,
Com medo dele...

Ele tem a cabeça deformada,
E ele é a história de qualquer avó
Podemos escutar seus passos...

Nunca mais quero levantar de minha cama
Eu vi ele caminha no quintal
Com passos pesados e sua sombra medonha,
Ho Deus nos proteja dele...

Ele caminha em nossas casas
Com sua cabeça deformada
Ele quebra portas
E com mãos frias ele faz história...

Urrando feito um demônio
Martelando nossas portas
Ele está,
Com tamanha força e violência...

Seus olhos deformados
Observam nossa sala
Suas mãos despedaçam todos
Ele mira a cabeça na próxima casa...

Meus Deus
É o terror em nossa vila
Não temos tempo para suplicar
Ele marreta todos com sua horrível cabeça...

Maldito conto de crianças
Que nesta noite estranha
Ganha vida
E causa terror e desespero...

Ele corre como louco
Destruindo tudo em sua frente
Seu rosto causa ânsia
Seus passos como de um monstro...

Estamos perdidos
De sua boca baba cai sem parar
E uma respiração monstruosa
E balança e balança, e corpos voam...

Ele vem e vai como a neblina
Nesse maldito vilarejo
Como o cheiro de podre
E os gritos dos perdidos na floresta...

Cristiano Siqueira 17/10/20



 
cristiano siqueira
Enviado por cristiano siqueira em 17/10/2020
Código do texto: T7089905
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
cristiano siqueira
Indaiatuba - São Paulo - Brasil, 35 anos
195 textos (3969 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/20 00:16)
cristiano siqueira