Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inentendível




Ouço um cantante céu que me abraça
e um mar azul que fala
sereiando os meus versos
molhados por um certo  sol
que chega e sai / vai e volta.

Olham os meus olhos o horizonte
e refletem o coração a saber da lua
o porquê de o luar morrer com o orvalho
nos ímpios soslaios de toda madrugada
quando a carne abraça a carne
e minha  alma cala a tua.

E esse mesmo céu se emudece
quando a canção se cala
e eu ouço o que na terra falam-me
inentendíveis versos, palavras loucas e nuas...
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 12/11/2007
Código do texto: T733764
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Paulino Vergetti Neto
João Pessoa - Paraíba - Brasil
2565 textos (154943 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/03/21 21:50)
Paulino Vergetti Neto

Site do Escritor