Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

enquanto os passarinhos não chegam

      1. pano de fundo
definições à parte,
      pano de fundo
o concreto é uma obra de arte
      viril
aquela robustez
      escatológico
a mistura talvez
      Brasília
a viúva da vez

     
      2. pano de fita
me nego,
   não sou tão bonita
me arrego,
   me finjo de aflita
meu ego,
   ele quer que eu reflita
e eu,
   o meu laço de fita

       
      3. pano encardido
enquanto os passarinhos
não chegam,
me aconchego em meu leito
aprumo
o meu pensamento
resumo
a chama da minha novela
aparo
as costeletas na tela
visto o meu uniforme
e me lembro
que até já usei urinol

e eu, quem sou eu afinOl?
    me escondo debaixo da cama
        não com medo da resposta
            mas com medo do pijama


Cabo Frio, 16/06/2006
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 17/06/2006
Reeditado em 28/10/2006
Código do texto: T177417


Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6973 textos (155552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/03/21 03:20)