Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O prazer em um instante

O prazer suspende num instante,
Toda vida em dor constante.
O doce aroma de madalenas
Embriagam-me e condenam.

A dor suspensa num instante,
O prazer, o delírio, a solidão.
Alma e matéria se contemplam
Caminhos encobertos à realidade,
Num jogo sem fronteiras.

A vida se justifica por um instante
O que me conforta e motiva
Eleva e da forças.
Dissipa em mil cores brilhantes
Minha vaga idéia da realidade.

Não resisto a tua ingenuidade
Alva cor de minhas pupilas,
 A mente abra-se à verdade,
Reflexos e gestos confundem-me,
Misturam-se e me embriagam.

Sinto desfalecer em tua presença
No leve toque de mil ares.
Algoz de minha própria sina,
Perco de ti a possibilidade.

O céu cúmplice e sorridente
Mostra sua verdadeira face,
Fulgaz como tudo o que é bom
Obsessão facilmente justificável
Por sua presença à mim tão afável.
Zoroastres
Enviado por Zoroastres em 27/09/2007
Código do texto: T671360
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zoroastres
São Paulo - São Paulo - Brasil, 31 anos
1 textos (14 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 08:19)