Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CRIANÇA

Para se ter um mundo de esperança,
Um porvir bem melhor, sem privação,
Então melhor é voltar a ser criança,
E entender a linguagem do coração.

A pureza das crianças é luz divina,
Um abraço, um carinho, um sorriso;
Espontaneidade a criança nos ensina,
Convivência, aceitação; um paraíso.

O Mestre nos ensina perfeitamente,
Que as crianças tem a supremacia,
Seres frágeis vivem inocentemente,
Para a grandeza da vida em primazia.

Sonham sonhos puros e inocentes,
Querem carinho, proteção, amizade,
E aceitam desde a mais tenra idade,
Sem reclamar a qualquer presente.

Feliz do adulto que ainda é criança,
Que sabe dar sonoras gargalhadas,
Aquele que não perdeu a esperança,
Que mantém a pureza descerrada.

Feliz daquele que como os infantes,
Ainda acredita que Papai Noel existe,
E um mundo melhor, ainda distante,
Será possível e por ele ainda insiste.
Lúcio Astrê
Enviado por Lúcio Astrê em 09/10/2007
Código do texto: T686938

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lúcio Astrê
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 60 anos
263 textos (10419 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 11:51)
Lúcio Astrê