Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saturneo

Sou Saturno monstro
Meus anéis, pra todos mostro
Realeza é não ser denso

Mundo que é mundo,
Vos digo: tenso!

Sou Saturno hoje
Pois amanhã sou pesado d'amor
Com se morrer hoje eu fosse
Como se eu cheirasse a flor!

N'um emisfério sou poesia
Harmonia em letras
Que cutuca no fundo da mente
De quem um dia foi gente,

N'outro, sou amor e saudade
Da terra, dos amigos, da verdade
Da carne, da boca, dos seios

Sou delírio de receios!

 Misturo mitologia, astrologia
Misturo sexo, humidade e poesia
Canibalismo às missas de domingo
Milênios dormindo sozinho...

Houve, então, o tempo em que fui quente
Hoje, frio como gente
Era aurora de anéis e escudos
Até que fizeram-me do nada um tudo.

Sou Saturno, monstro de mim
Degustando cada gota até o fim
Minha idade, incontável como de um deus
Minhas tristezas, meus amores?..
Tão sólidos quanto os teus!
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 19/02/2009
Código do texto: T1447843


Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 36 anos
958 textos (33323 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/21 23:23)
Júnior Leal