Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESABAFO DE UMA SENHORA DO LAR


      Você domina minha vida para, orgulhoso, sufocar suas frustrações. O que eu podia, já lhe concedi: esperanças, forças, dores, lágrimas, temperos, meu corpo inteiro, nossos filhos.
      Não há mais nenhum sabor nos restos do meu físico envelhecido. Mas você me mantém presente, como se uma conquista perpétua tatuada em sua vida.
      Impede-me de usufruir, de fruir, de fluir, de ser eu (quem sou eu?), enquanto debruça suas ânsias animais no corpo fresco e macio de outra.
      Não sei falar, não sei pensar; só sei preparar seu jantar, tirar seus sapatos, cuidar dos seus filhos. E por isso, às vezes você me retribui com seu cetro de macho embedido em odor de álcool.
      E me contamina com as moléstias das ruas que me fazem expelir a alma em secreções. Como boa serva, preciso ser solidária.
Marco A
Enviado por Marco A em 24/06/2009
Código do texto: T1664490
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Marco A
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 50 anos
1585 textos (80806 leituras)
1 áudios (162 audições)
6 e-livros (303 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 12:15)
Marco A