Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Por motivos de caráter pessoal, não tenho escrito aqui nos últimos dias, porém, impossível deixar de fazer esta homenagem hoje.


Cantinho da Saudade




Nos meus anos de meninice, além das brincadeiras em meio ao pomar, aos jardins floridos que rodeavam a casa, o campo de futebol de terra batida, e os limites do cafezal, havia também outra diversão: ouvir rádio.

O rádio de pilhas, com a antena colocada no topo da casa, e o fio terra preso num cantinho escondido num buraco do assoalho. No silêncio do interior, ligávamos o rádio, saíamos para o quintal, e de lá podíamos ouvir música, jornalismo, novelas radiofônicas, etc.

Meu lugar preferido era nos galhos de uma jaqueira. E de lá, muitas vezes, ouvi jogos de futebol, com uma transmissão detalhada, com nuances muito interessantes, com palavras já tão conhecidas, de um senhor com uma voz encantadora – Fiori Gigliotti.

A voz caprichada, de tão bela entonação, e de tanto romantismo dentro do futebol. O caração batia mais forte quando ouvíamos “Abrem-se as cortinas e começa o espetáculo...”, ou alegrávamos ou ficávamos tristes ao ouvir “fecham-se as cortinas e termina o espetáculo”. Sim, o futebol era um espetáculo na voz de Fiori Gigliotti. E havia emoção. Emoção passada por um fanático pelo futebol.

E havia seu programa, ao som de um belo clássico, o programa chamado “Cantinho da Saudade”, onde ele escolhia um personagem da história do futebol, que já havia nos deixado, e contava sua história, e ao final, a frase que repito hoje: “Fiori Gigliotti ficará para todo o sempre incrustado no nosso Cantinho da Saudade!”.

Para os mais jovens, talvez isto não signifique nada. Para aqueles que sempre tiveram um aparelho de televisão, não saberão do que estou falando, mas, para aqueles que viveram muito tempo ao som do rádio, que o mundo viram através da voz do rádio, saberão do que estou falando.

Nesta madrugada, deixou de existir Fiori Gigliotti, e no coração daqueles que amam o futebol, e que amam o rádio, ficará uma enorme saudade!
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 08/06/2006
Reeditado em 01/12/2007
Código do texto: T171588
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 55 anos
1436 textos (74644 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/18 08:42)
Fátima Batista

Site do Escritor