Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lamento de Amor

LAMENTO DE AMOR


CERTAMENTE NÃO HÁ VOZ MAIS AFINADA DO QUE A DO AMADO,
NEM MÃOS MAIS AFÁVEIS QUE AS DE UM FILHO,
MUITO MENOS BEIJO MAIS SINCERO DO QUE A DE UMA MÃE  NA FACE DO  FILHO.
ASSIM COMO TAMBÉM NÃO HÁ SENTIMENTO MAIS REPUGNANTE DO QUE
A DÚVIDA DE QUE TUDO ISSO EXISTA MESMO.

SABER QUE NÃO HÁ NADA NO PASSADO QUE SUBSTITUA UM SORRISO DE ALEGRIA
QUE SE DÁ À ALGUÉM QUE NÃO VÊ ESPERANÇA NA VIDA,
SABER QUE EXISTE INOCÊNCIA E PUREZA NA FACE  SERENA DE UMA CRIANÇA DORMINDO.
VIR NO INIMIGO A CHANCE DE TER A SALVAÇÃO...

SEDER AOS ENCANTOS DA NATUREZA QUE REVELA A FINA FACE  DO BEM,
QUE SÔA JUSTA NO CANTAR DOS PÁSSAROS,  NO GEMER DOS VENTOS,  NO LAMENTO DAS SEMENTES QUE BROTAM ARRISCANDO NÃO VINGAR.

ESTAR CIENTE  DE TUDO ISSO É ESTAR MAGOADO COM O POUCO QUE SE SABE,
COM A GRANDEZA DAS COISAS PEQUENAS,
QUE NOS HUMILHAM POR SEREM TÃO PEQUENAS A PONTO DE SÓ ENCHERGARMOS
QUANDO CAÍMOS OU QUANDO ESTAMOS NUMA ESCURIDÃO TEMEROZA E ASSUSTADORA.
E, ASSIM, QUANDO VEMOS, TOCAMOS OU SENTIMOS   SENTIMENTOS ASSIM,
NÃO HÁ O QUE FAZER COM  ISSO...
Só deixar viver...

Gesebel
Enviado por Gesebel em 12/02/2007
Código do texto: T378608

Comentários

Sobre a autora
Gesebel
Barbalha - Ceará - Brasil, 47 anos
18 textos (526 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 18:34)
Gesebel