Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paisagem

Tinha um estranho hábito cultivado ao longo de vários anos e muitas viagens. Recostava-se na poltrona nem sempre confortável do ônibus e ia mostrando aos olhos a paisagem que passava correndo lá fora.

Pela janela, o fim do dia abria a noite com a apoteose das cidades derramando ouro sobre a escuridão.

Os olhos não se cansavam nunca e queriam ver mais e mais. Às vezes, um suspiro mais forte fazia a alma estremecer e correr até a janela dos olhos para observar também.

Ficava nessa euforia até a entrada da cidade grande. Aí, tudo perdia a graça. Fechava a cortina e punha os olhos para dormir.

vera abi saber
Enviado por vera abi saber em 21/09/2005
Reeditado em 26/04/2020
Código do texto: T52420
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
vera abi saber
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
120 textos (19352 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/10/20 01:33)
vera abi saber