Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Videira

Ela é vida, entrelaçasse e floresce, traz seus frutos no devido tempo, onde podemos nos fartar.
Suas folhas curam, abriga a todos, traz sombra e o refrigério para aqueles que nela desejam se amparar.
Sua seiva é divina, bálsamo de cura, espalhando sorrisos e felicidade pelo ar.
Eis a Tua videira Senhor!
Sonho do perfumista...
Eis a nossa alegria!
Ela me faz entender o velho através do novo, e o novo através do velho, tuas Palavras nos são reveladas, então; aprendemos a ter fé e esperar.
Abre os olhos dos cegos, faz surdos ouvirem, ressuscita mortos vivos, faz-nos andar em retidão, molda-nos teu caráter cristão, tira-nos do império de escravidão.
Se eu não falar, mandará outros, e se outros não falarem, até as pedras clamarão.
Derrama o vinho pisoteado pelos santos... Para que tua alegria em nós seja eterna, e continuemos de tuas maravilhas participar.
Daquelas que homem nenhum pode sequer imaginar.
Do chá de tuas folhas tomei, do vinho da Tua alegria pude experimentar, das flores de tua videira o meu coração adornar.
Ó Ela é vida!
Choro... De alegria...
Porque ela chegou até nós, tudo é belo neste mundo, tem seu toque e obra de suas mãos, sou apenas um pedinte Senhor, pedindo a sua atenção.
Graças te dou pela sua videira, o tesouro que chegou até nossas mãos.
Deus Seja Louvado!
Maurício de Oliveira
Enviado por Maurício de Oliveira em 29/01/2018
Reeditado em 04/02/2018
Código do texto: T6239764
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Maurício de Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
1718 textos (122208 leituras)
12 e-livros (3821 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 21:45)
Maurício de Oliveira

Site do Escritor