Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A ESPERTEZA JUSTIFICA SUAS FALSAS IDÉIAS DIZENDO QUE SERIA LUTA POR DEMOCRACIA ...

Entendo que estamos numa aldeia global e a facilidade com que é possível se comunicar em tempo real com pessoas em diferentes e distantes locais do planeta, me faz ver que o título e tema do livro de Celso Antunes que lí nos anos oitenta, faz sentido...

Costumo dizer em meus textos que, o ser humano não mais sabe pensar de forma racional (inteligente), especialmente porque num extremo as pessoas estão no mundo virtual, especialmente nas redes sociais, por outro extremo demonstram de forma prática que ainda acreditam em contos de fadas – como exemplo, poderei apresentar como exemplo essa questão sobre o uso de armas de fogo:

PRIMEIRO CASO: Assisti (no facebook) a opinião de alguém ligado ao judicario, dizendo que pra o policial atirar num bandido, somente se fosse alvejado, como se não fosse uma espécie de guerra armada onde se usa a expressão de “crime organizado”, onde bandidos geralmente possuem armas superiores aos policiais;

SEGUNDO CASO: Umaa policial paulista que no dia das mães, teve que disparar contra um marginal que fazendo um extra foi assaltar mães e crianças nas proximidades de uma escola;

TERCEIRO CASO: Comentando um vídeo sobre a possibilidade de um policial enfrentar um bandido armado sem ter que disparar, um cidadão questionou o comentário se significava dizer que a população estaria sendo favorável ao crime organizado (é assim que entendo), disse o mesmo que a questão do cidadão usar uma arma poderia ser resolvida após um plebicito – sou contra esse argumento, considerando o faato que em meu achômetro nossa realidade é exatamente o plantio dessa classe que pensa isso...

A questão contemporânea é penas reflexo do que vem sendo semeado nas últimas décadas e, pra não encerrar o texto com reticências, contarei mais uma históra que ouvi quando criança:

Dizem que um sujeito que estava preso numa época em que se enforcava marginais disse ao carrasco que seu último desejo seria ver a mãe pra se despedir com um beijo... Adiarama execução até a chegadas da mãe...

Ao rever mãe, foi dar um beijo no rosto dela e deu uma mordida na maçã do rosto dizendo: Mamãe! Se a senhora tivesse sabido me disciplinar quando necessário, eu não estaria terminando aqui, dessa forma!!!

CONSIDERE SOBRE ISSO!!!
fchagass
Enviado por fchagass em 15/05/2018
Código do texto: T6337241
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
fchagass
Garanhuns - Pernambuco - Brasil, 60 anos
9939 textos (497937 leituras)
1 e-livros (252 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/18 02:08)
fchagass

Site do Escritor