Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O nada e o tudo... Amor

  Nada tenho, nada sou,
  Simples como um amanhecer,
  Sentindo que o inevitável aconteceria,
  Chegou e entrou, não pediu licença
  E logo se aconchegou,
  Nos olhos... um brilho, um suspense;
  Surgindo a critério do destino,
  como um vento que suavemente branda.
  E na alma permaneceu,
  Mais nada surpreendeu...
  A espera havia sido longa,
  Sem pressa, câmera lenta.
  A vontade, o sentimento ficou,
  No momento em que agora
  Tudo tenho, tudo sou...
                                  ...Amor.

   
Anasky
Enviado por Anasky em 11/09/2007
Código do texto: T647460

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anasky
Arapongas - Paraná - Brasil, 31 anos
10 textos (341 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 02:54)