Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carência

Não sei o que fazer com essa falta de sensibilidade para escrever qualquer coisa.
Os poemas me pareciam fáceis, como corpo que se envolve com a melodia e dança.
Mas a minha mente tem sido um vagão enorme e escuro que emite no eco o som de uma porta mal fechada batendo contra a parede, com ajuda do vento.
Sem luz, silêncio ou qualquer melodia que possa me lembrar do prazer em juntar palavras e transmiti-las.
Carol Santana
Enviado por Carol Santana em 08/11/2018
Código do texto: T6498117
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carol Santana
Morro do Chapéu - Bahia - Brasil, 24 anos
157 textos (3857 leituras)
3 áudios (172 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/18 03:53)
Carol Santana