Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÍNCOPE

Ocelado
Léguas e se turvou.

O sufrágio, o desvelo
Eternamente ávido
A esporular.

Ternura
Leviandade banhada a bordeaux
Um toque ameno na plainada tez
Secretamente ácido.

A sutileza nas vestes de uma noite heroica
Bravia tarde
À revelia da alma; jazia desde o inverno.

No topete mais calmo da rota carne...
Alívio!

Sonho de cetim, caramujos no teto
Pelos por todos os lados
Novidade?
Só para aqueles que ousam
Só para aqueles que sentem.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 28/01/2019
Código do texto: T6561670
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
740 textos (34721 leituras)
1 e-livros (256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/06/19 13:14)
Cesar Poletto

Site do Escritor