Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Claritia

   Já dizia o homem curioso: que luz é aquela?
   É Clara, Clarissa, Clarice.
   Ninguém contestaria, aquela cadeira de balanço era dela, mas há pouco tempo ficou vazia. Vazia e cheia das recordações que a filha dançarina, um dia chega e abraça. Clara, Clarissa, Clarice que via televisão.
   Mais uma vez adormeceu vendo tv mãe? Tudo bem, descansa então.
   O andar sorrateiro pela casa, aquela voz fraca e tão debilitada, talvez tenha sido o efeito da soda cáustica.
   E tanto momento se passou, tanta coisa podia levar e não levou. É porque Dona Clarisse tinha que ver a filha tão amada enchê-la de orgulho. Entrou pra faculdade, vai fazer odontologia, a mãe não disse nada, mas o coração nela sempre acreditava e agora se amedrontava porque não estaria ali para vê-la formada… Mas afinal, a mão dela na sua em todas aquelas lutas era o que mais contava.
   Clara, Clarissa, Clarice, luz.
   Do latim Claritia, dona Clarisse iluminou, como o próprio significado de seu nome diz. E nessa semana tão chuvosa, o céu se preparava para receber a maior das estrelas que suas filhas aqui da terra poderiam ver.
Dona Clarice, guerreira de muita luz, tuas filhas te amaram desde o dia em que você fez delas a SUA própria luz.

— Depois que ela se foi.

LollaHJensen
Enviado por LollaHJensen em 28/08/2019
Código do texto: T6730992
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar autoria de LollaHJensen e o IG: @lollahjensen.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LollaHJensen
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 20 anos
16 textos (291 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 22:31)
LollaHJensen