Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Até a última gota...




Os problemas sempre vieram
Em formas de lições,
E em meio às provações,
Deles fiz conhecimentos!

Aprendi com a vida que
Quanto mais se foge dos problemas
Mais eles vão ao teu encalço:
Te provocando, te judiando, injuriando...

Então aprendi com a vida que
O melhor mesmo a fazer é
Arregaçar as mangas e:
Enfrentar os problemas de frente!

E com isso eu tenho aprendido
Que a coragem precisa transpor
As barreiras do medo, da dor no peito,
Da pressão alta, que vem com o 'sangue quente'...

Então eu enfrento meus problemas cara a cara!
Não fujo! Não me escondo! Ajo, reajo,
Buscando sempre o discernimento espiritual,
Orando a meu Intercessor Celestial!

E posso até ser ferida, maltratada, ultrajada,
Mal julgada, de louca até ser chamada,
Mas não ligo: sigo em frente, com Cristo,
Que me vai 'abrindo' e aplainando a caminhada!

Às vezes entro em alguma situação difícil:
Deus sabe o porquê! Eu apenas vivo o que vem,
E me é oportunizado viver, para cada dia mais
Aprender a conviver, aprendendo com os relacionamentos...

Eu até tentei ignorar as provocações:
Porém elas persistiram: tentando mesmo
Me desestruturar, e até mesmo tentar
Destruir o testemunho da minha fé cristã...

Que eu faço, nessas horas, senão orar,
Ir na igreja buscar uma 'Palavra Divina"
Para orientar minhas ações e reações?
É o que faço: e Deus me manda auxílio!

Então me desculpe se estou a enfrentar
Esse problema que 'você' trouxe a mim:
Não é porque sou ruim que enfrento:
É mesmo uma condição para a minha paz!

Não vou deixar vocês sem resposta
Diante do que dizem a mim: preciso enfrentar!
Com o máximo de controle e diplomacia!
Levando até 'você' a razão da tua má ação...

Não abandono um problema sem vê-lo
Em total estado de resolução plausível
Ao momento que se apresenta, compreensível
E bem claro, diante do meu pequeno saber!

Os problemas que são trazidos à mim,
Sendo absolutamente meus, ou não,
E de mim é cobrado algum prejuízo:
Vou atrás de solução... Resolver é preciso!

Então saiba que estou em plêna faculdade
Do meu juízo, da minha mente, e do meu coração:
Não estou louca, não, meu irmão!
Nem sou preconceituosa: até já casei com negão!

Quero que saiba que apenas estou a atender as provocações
Que estão me sendo enviadas, sem compaixão,
Por alguém que você trouxe decepção:
Quando estava a brincar com meu coração!

Então, não reclame: Aguenta firme!
Não te quero não! Deus me defenda de todo o mal!
Quero é ter paz no coração: mas enquanto
Perdurar a 'guerra': estarei à posto, em ação!

E enquanto não ver o problema
Completamente 'sangrado', até
A última gota: até vocês esquecerem,
E seguirem: vou estar aqui, à disposição!


A paz de Deus, irmão!
Cristo te ama!
E eu também!
Glórias a Deus, Aleluia! Amém!!!


Maria Tereza Bodemer
Enviado por Maria Tereza Bodemer em 11/09/2019
Reeditado em 11/09/2019
Código do texto: T6742571
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Tereza Bodemer
Rolim de Moura - Rondônia - Brasil, 56 anos
919 textos (19525 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/19 18:43)
Maria Tereza Bodemer