Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POESIA SOLTA

O sol ainda brilha, não morre, giramos, como quem bebe a noite inteira, dele descansa de nossa bebedeira. Um sorriso solto, despretensioso, vale uma nota musical, sorriso que empresta uma mentira casual. Vida que segue, o céu estrelado mostra a sensibilidade nos sonhos que inventamos. O céu é o eterno rascunho que desenhamos. Vale refletir o tamanho da pretensão dos cegos dogmática, manda mais mentiroso que uma verdade sobre o Horizonte. Não está, definitivamente, além daquele monte. Nada sabemos que a morte não comprove, pena ser o monte, distante, inalcançável, inatingível, apenas poesia solta só relento.
Jose Carlos Cavalcante
Enviado por Jose Carlos Cavalcante em 21/02/2020
Código do texto: T6871353
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Jose Carlos Cavalcante
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
811 textos (59878 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/21 20:42)
Jose Carlos Cavalcante