Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ângela.

Transeunte da vida
Esboço do anjo embuçado...

Com teu nome, escreves ao vento
Luzindo ao véu que afeiçoa.

Maravilho-me, ao coração que esta seco.

O belo, eu não o viria...
Mas a beleza silenciosa absorveu-me
Ao descampado deserto que construíste.

Não te lamento não
Pois és arquiteta de tua dor
Grosseira e fútil.

Vestes a túnica feita de sonho e desgraça
No oráculo envolto de tua dor.

Transforma-se em uma vampira
Dolorosa que passa
No sonho de alguma desgraça.

Agrupa sua sede
Indiferente a sua avidez...

Ela,
suga o amor, suga a vida...
Mas na dor, ela suga o crepúsculo dos nascidos.

Da alma dos nascidos
Sua dor é finita
No orvalho da noite
Lacrimejante da madrugada.

Ela,
doce negro puro de sua ânsia
Que revitaliza sua alma
No mundo dos amaldiçoados.

Fernando A. Troncoso Rocha.
Fernando Troncoso
Enviado por Fernando Troncoso em 28/10/2007
Código do texto: T714203

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernando A. Troncoso Rocha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Troncoso
Praia Grande - São Paulo - Brasil
243 textos (4775 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 17:50)
Fernando Troncoso