Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nada golfinho

Nada nada golfinho,
Nada nada nessa imensidão do teu oceano,
Mergulha e fala-me de polvos que viste,
Sobe e dá o ar da tua graça.
Nada nada golfinho,pareces que estás sempre a rir,
Será das maravilhas ocultas que visitas?
Livre como o vento,as brisas vêm até a ti,
O mar não se afasta,dá-te o azul da vida,
Lá no meio do oceano,longe de outros mundos,
Nada nada golfinho,
Nada nada golfinho,pois o teu nadar é magia pura,
Vai às profundezas,e vê as tuas sereias,
Volta à superficie e dá o eterno ar da tua graça,
A graça que Deus te deu,o eterno parecer de um ser
No mar nascer,viver,a rir.
Nada nada golfinho,habitas o azul,o azul da vida,
Nada nada nesse mar,ser lindo que nasce,vive nos mares,e leva-nos nesse sonho contigo a,rir...
jose duarte
Enviado por jose duarte em 09/11/2007
Reeditado em 09/11/2007
Código do texto: T729574

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jose duarte
Portugal, 48 anos
63 textos (12815 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 03:18)