Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida

Vivo e morro diariamente.
Na pequena morte, do sono, viajo para outras paragens.
E ao acordar para vida, me procuro em cada amanhecer.
A minha ausência é como estar em mim.
Me abro em abraços.
Eu rio e canto e danço
e invento sonhos para enfrentar minha noite.

Dezembro 2006
Sonia Benato
Enviado por Sonia Benato em 27/11/2007
Reeditado em 05/12/2007
Código do texto: T755564

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (SONIA BENATO). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Benato
São Paulo - São Paulo - Brasil
58 textos (1807 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 23:35)
Sonia Benato