Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não me leiam!

Não funciona desse jeito
Pare... Isso é inadmissível...
Por que está fazendo isso comigo?
Porque justo eu?

Quem você pensa que é para ir simplesmente
Me fazendo comigo mesmo?
Eu reclamo e você simplesmente me faz desse jeito?
Um poema como eu deveria ser tratado com mais respeito!

Você deveria me transformar em um soneto, não é você quem os adora?
Assim eu ia ter pelo menos rimas e métricas e tal...
Mas você me escreve assim? Imprudentemente sem o mínimo de consideração?

Você é mesmo uma menina tola, tire esses longos dedos sujos de grafite de cima de mim.
...
...

Ok, você venceu, eu viro alguma coisa... Mas eu lhe imploro, não me mostre pra ninguém.
Eles vão rir de mim! Do meu desespero...
Na verdade seu desespero de escrever algo...
Desespero tamanho que aceitou até escrever algo assim. Sem nexo, feio, sem rimas...
Você sabe que não gosto disso, aliás, nem você gosta!

Vamos, acabe logo com isso.
Não comece outro parágrafo.
Você me termina e me joga no lixo
Como se eu nunca tivesse nascido ou imaginado por você!

Jura? Esse é o último?
Ótimo! O que? Para com isso! Porque está me escrevendo no computador!
Porque está me transformando em bites?
Não está pensando em me publicar em plena Internet está?

Você não faria com isso com um mero poeminha, tão bobinho como eu...
Não... Não faria...
Rsss...

Ai Meu Deus! Esse não é aquele site onde você publicou os outros?
Eu te imploro! Não faça isso! Por favor! Não! Não aperte isso!

Socorro! Estou totalmente vulnerável agora...
Hei! Você! Pare de me ler! Agora!

Céus... Isso é muita má sorte pra um só poema... Poxa... Então foi pra isso que nasci?
Pra ser motivos de risos? Buáááááá...

Se for pra ser um poema engraçado, então vou me vingar! Vou transformá-lo em um poema altamente depressivo, você vai ver...

Sniff... Sniff...

...

...

Não se cansou de me ler?
Não se deprimiu ainda?
Então vou me calar... Não tenho mais forças... Nem letras pra me consertar ou pra me vingar daquela menina que me colocou aqui... Estou totalmente esgotado... Ó... Vou morrer... Adeus mundo cruel.
Nikinhangel
Enviado por Nikinhangel em 03/12/2007
Código do texto: T763589
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nikinhangel
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 28 anos
9 textos (327 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 19:25)
Nikinhangel