Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinto

Não sei se verei
um brilho de lagrimas
em teus olhos
na hora
em que eu partir.
Só quero dizer
Que, embora zangado,
irritado, ou preocupado
com minha vida
em minha sina egoísta,
sinto falta de você,
do que você poderia ter sido
e do que você é.
Sinto falta de tudo o que foi vivido.
Sinto falta até
do que me chamava.
Sinto tanto
pelo que não evitei.
Sinto pela falta de amor
que sentes.
E sinto
Porque não posso substituí-los.
Queria poder te chamar de filha
e ter te carregado no colo
em toda a tua vida.
E nunca te ameaçaria,
e não te deixaria só.
Não te magoaria
e amaria a tua mãe.
Mas, te encontrei
Já tão depois.
Te encontrei tão carente.
Se houvesse outras vidas,
pediria para cuidar de você
e compensar tuas carências.
Queria muito te ajudar.
Não sei se posso.
Arpejo
Enviado por Arpejo em 13/12/2007
Código do texto: T775887


Comentários

Sobre o autor
Arpejo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 43 anos
83 textos (3957 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 17:49)
Arpejo