Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MULHERADA

Sei que a morte não marca hora
mas eu não quero morrer agora.
Tô pouco me lixando pra casa própria,
dinheiro, carro do ano...
Eu sou mesmo apaixonado
é pelo ser humano.
Há muitas mulheres
com as quais ainda quero estar.
Gisele ( puxa vida, que pele! )
Taís ( Meu Deus, que quadris )
Ângela, Ariane, Daniele,
Juliana, Cristina, Dagmar,
Sandra, Lourdinha, Michele,
Karla, Raiza, Cacá...
Todas assim...prontinhas pra amar!
Sensuais, sedutoras e belas.
Eu saindo com todas elas,
pouco mais me importa,
posso até morrer.
E quando a morte bater á minha porta,
dir-lhe-ei: _ Olá, prazer!
silasol
Enviado por silasol em 24/01/2008
Código do texto: T830638


Comentários

Sobre o autor
silasol
Sabará - Minas Gerais - Brasil, 69 anos
677 textos (84959 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/04/21 15:01)
silasol