Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devem os políticos ser desbocados?

DEVEM OS POLÍTICOS SER DESBOCADOS?
Miguel Carqueija


Sempre aprendi que dizer palavrões é feio. Antigamente uma criança era castigada se falasse algum. Hoje elas são expostas a toda a sorte de sujeiras e baixarias, inclusive nas festas infantis.
Mas, devemos aceitar isso conformadamente? Devemos aceitar que os nossos políticos sejam em grande parte uns mal-educados?
Certa vez, conversando com uma amiga, vi que ela apreciava o Lula e, sem querer polemizar muito, apenas observei que ele era um desbocado. A resposta me surpreendeu: “Todos eles são!”.
Bem, isso não é verdade. Nem todos os políticos são desbocados. Mesmo porém que todos fossem, não justificaria o desbocamento de um único. Os palavrões estão geralmente ligados ao temperamento fescenino, muitas vezes machista (fazer pouco das mulheres, vistas como objetos sexuais) e à agressividade. Basta perceber a passagem nas ruas de pessoas falando colericamente, frases sempre pontuadas pelo baixo calão. Ou então, o hábito do deboche, mesmo em pessoas tranquilas e pouco inclinadas a brigas.
Lembro da vergonheira do então prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, cujo desbocamento ficou patente numa conversa telefônica grampeada com o ex-presidente Lula. Ao entregar as chaves de um apartamento popular para uma senhora humilde, o demagogo declarou que ela agora iria poder “trepar bastante”.
É esse o nível de muitos dos nossos políticos e governantes. Mas, graças a Deus, não o de todos.
Talvez alguém ache que o desbocamento é coisa de somenos importância. É raro, porém, que uma pessoa tenha um vício e não tenha outros... vamos pressionar para que os candidatos a cargos eletivos sejam pessoas mais educadas, e não pessoas mal-educadas. Se você sabe que um político é desbocado, não vote nele...
Afinal, usar linguagem nobre é um claro sinal, um indício, de bom caráter. Pode não ser um indício conclusivo mas é sempre um bom sinal.

Rio de Janeiro, 5 de dezembro de 2017.
Miguel Carqueija
Enviado por Miguel Carqueija em 07/12/2017
Código do texto: T6192624
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Carqueija
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 69 anos
1854 textos (81571 leituras)
41 e-livros (3994 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 02:57)
Miguel Carqueija