Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESSA FOI A MINHA PRECÁRIA REDAÇÃO NO ENEM 2019...

            DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO AO CINEMA NO BRASIL

         A sétima arte, apesar do quanto se popularizou ao longo dos anos, ainda continua sendo um entretenimento caro, onde o acesso a salas de cinemas sempre pesa um pouco nas camadas mais pobres da população. O hábito de acompanhar os últimos lançamentos na telona, infelizmente, não alcança a todos, havendo, pois, a necessidade de se buscar uma democratização nesse sentido.
        Apenas historicizando, o cinema brasileiro teve o seu auge entre as décadas de 1950 a 1970, com as famosas chanchadas e o surgimento do cinema novo, através de produções que depois virariam clássicos, a exemplo dos filmes de Glauber Rocha, como Deus e o Diabo na Terra do Sol. Todavia, o cinema nacional jamais ganhou um Oscar na categoria de filme estrangeiro, apenas concorrendo com chances reais no longa Central do Brasil, protagonizado por Fernanda Montenegro.
        Entretanto, o cinema nacional vem retomando o seu crescimento, gradativamente, com ou sem o incentivo da lei Rouanet, tanto que algumas produções tem conquistado prêmios importantes. Em consequência disto, mais salas de cinema tem surgido nos últimos anos, especialmente em shoppings, onde esse entretenimento melhor se identifica.
        Ignorando o fato de que o cinema no Brasil é uma cultura senão pouco difundida, pouco incentivada, assistir a filmes ainda é algo relativamente caro, uma diversão que pode pesar no bolso dos mais pobres ou que não têm acesso à meia entrada. O preço do ingresso em finais de semana, aliado à pipoca e ao refrigerante, fica realmente um pouco salgado.
        Caberia, portanto, ao Ministério da Cultura e órgãos relacionados, uma completa descentralização nesse meio, além de uma quebra na questão cultural, uma vez que o brasileiro se conforma muito fácil com aquilo que lhe impõem. Num país onde a política do pão e circo sempre predominou, já está mais do que na hora de exigir também a bebida, a diversão, a arte...

                 
         Levando em consideração que foi produzida sob pressão...
                                                        Paulo seixas, 03/11/2019
Paulo Seixas
Enviado por Paulo Seixas em 05/11/2019
Reeditado em 08/11/2019
Código do texto: T6787667
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o http://blogliterariopauloseixas.blogspot.com.br/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Seixas
Campina Grande - Paraíba - Brasil
1235 textos (307632 leituras)
20 áudios (1220 audições)
9 e-livros (216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 13:28)
Paulo Seixas