Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOJE NÃO

  Durante muito tempo, encarava a morte no reflexo do espelho diariamente; certa vez a olhava tao friamente que indaguei: POR QUE NÃO?
 Ela parece tão confortável, receptiva, e silenciosa; talvez fosse chegado o momento de cessar toda a necessidade, toda dor, todo vazio, todas a cicatrizes. Dizem que ao encarar a morte, vemos a vida num flash ;num piscar as pálpebras, se fecham direito de aviso prévio. É concreto e real, a vida e o SPOILER da partida.
 Foi uma semana dura, uma noite pior ainda, regada pelo choro silencioso, pelas lágrimas da chuva que caia, pelos tremores e calafrios. E a maldita era insistente, a filha da mãe persistia no convite com letras garrafais e chamativas.
 Hoje o sol não apareceu, estava de folga,mas sei que existe por detrás das nuvens em algum lugar. É  aquela velha estrofe: todo fim tem seu recomeço.

 Hoje a morte deu as caras novamente, fazendo piruetas para chamar minha atenção. No entanto logo gritei, HOJE NÃO.
Foi assim que decidi seguir: encarando a morte pelo reflexo olho a olho, e agarrando a vida dente por dente.

 Sempre que retornar com o convite, direi: HOJE NÃO, HOJE OPTEI PELA VIDA.
Laura Tolentino
Enviado por Laura Tolentino em 05/01/2020
Código do texto: T6835236
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Laura Tolentino
Espinosa - Minas Gerais - Brasil, 22 anos
35 textos (1678 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 09:18)
Laura Tolentino