Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tripalium

É importante termos ciência da origem da palavra trabalho e de seu significado para a cosmovisão católica medieval e protestante calvinista. Pois bem, a palavra trabalho é um descendente direto da palavra latina tripalium. Mas, o que vem a ser tripalium? Era um instrumento composto, como o nome indica, de três paus, mais precisamente três estacas que, fincadas no chão para desenhar os vértices de um triângulo, se encontravam no alto. A essa estrutura se prendiam pessoas para serem martirizadas. É isso mesmo que você entendeu! A palavra trabalho tem sua origem em um instrumento de tortura medieval.
Na cosmovisão católica medieval, trabalhar era padecer, extenuar-se, ou seja, o trabalho era visto como uma punição, um suplicio, desta forma o ócio era visto como uma benção de Deus e o trabalho uma maldição. Vale salientar que no período medievo, a sociedade era estratificada e estamental, que garantia privilégios ao rei, ao clero e a nobreza às custas dos servos e camponeses. Portanto, o ócio era uma “benção” destinada a uma pequena elite, enquanto que a “maldição” do trabalho cabia a todos os demais indivíduos pertencentes às camadas mais baixas da sociedade medieval. A mentalidade católica em relação ao trabalho foi superada pela cosmovisão protestante calvinista.
Foi com a ascensão do movimento protestante e da burguesia na Europa, em meados do século XVI, que ocorreu a evolução semântica da palavra trabalho, com isso o trabalho passou a ser valorizado, uma vez que o protestantismo calvinista enxergava o trabalho não como uma maldição, mas como uma benção. Max Weber, sociológico alemão, em sua Magnum opus A ética protestante e o "espírito" do capitalismo, investiga a relação existente entre certa forma de conduta econômica e suas raízes religiosas. Weber constatou que proprietários do capital e mão de obra qualificada, eram, via de regra, de origem protestante. Ao fazer uma análise do “Conceito de vocação em Lutero”, Weber constata que Lutero conferiu um valor religioso ao trabalho ao mudar a mentalidade ascética dos monges mostrando-lhes a importância da prática cotidiana. Portanto, o reformador teve um papel sine qua non na origem do espírito do capitalismo. No calvinismo, ramo do protestantismo posterior a Lutero, Weber identificou que os “escolhidos” eram àqueles que se dedicavam ao trabalho árduo, sério, honesto e disciplinado. Portanto, a cosmovisão protestante calvinista contribuiu de forma significativa para a formação do homem moderno e do trabalho.
Por fim. Qual é o significado do trabalho para você?
Joatan Damas
Enviado por Joatan Damas em 28/06/2020
Reeditado em 30/06/2020
Código do texto: T6990397
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Joatan Damas
Brazlândia - Distrito Federal - Brasil, 20 anos
2 textos (26 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/07/20 17:08)
Joatan Damas