Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENQUANTO HOUVER ESTRADA

      Enquanto houver estrada, siga em frente acreditando na chegada e lute acreditando na vitória, mas sem deixar para trás o amor.
      No mundo, somos todos viajantes que atravessam o tempo com uma mochila nas costas. Nela só cabe o amor. Quanto mais amor carregarmos nela, mais leve será a viagem e mais verdes e floridas serão as  paisagens. O amor que compartilhamos ao longo da vida o vento da morte, quando de inopino soprar, não poderá levar porque o amor vibra num plano mais elevado que a poeira do mundo. O que existe de certo no futuro é que um dia todos habitarão no deserto de cinzas do passado, mas aqueles que conduziram os seus passos pelo caminho do amor jamais serão esquecidos. Para sempre serão lembrados.
      Aqueles que creem no amor habitarão eternamente na sagrada memória de Deus, cuja essência é o próprio amor.













         
Carlos Henrique Pereira Maia
Enviado por Carlos Henrique Pereira Maia em 29/06/2020
Código do texto: T6991049
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Carlos Henrique Pereira Maia
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
603 textos (14412 leituras)
2 e-livros (223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/07/20 17:34)
Carlos Henrique Pereira Maia