“SOU EU QUEM MANDO” (A te roubar e enganando)

“SOU EU QUEM MANDO”

(A te roubar e enganando)

Imagine a realidade sendo um horror, uma fantasmagoria

Uma alegoria animada por fantasmas que trazem em si

Aparências várias em uma essência de eternidades que

Se confirmam na pessoa que você vê no espelho de seu

Quarto, no banheiro, no solar na casa mal-assombrada.

Você já sabe que habita um planeta mansão onde elas,

Crianças, um dia sentem a escura e gélida realidade. Vc

Já entrou num imóvel vazio e começou a sentir um certo

Clima frio que te perpassou a epiderme uma estranha

Sensação de sensualidade macabra??? Estamos a viver

No planeta onde as pessoas crescem, viram adultas e

Nada nelas muda. Exceto o tamanho dos brinquedos.

Você já presumiu ou fantasiou porque o mundo convive

Com personas que por vezes nem sabe que as autorizou

A promover os absurdos que promovem, num tempo uno

Universal no qual seu relógio e todos os outros marcam

Sempre as mesmas horas??? No sofá, na política, na Tv

No futebol, na novela, no entretenimento dos bares da

Cidade a mesma necedade... Você aceita ter elegido no

Cargo de prefeito, senador, deputado ou presidente um

Político que na realidade não passa de um demente que

Rouba o tempo passado na esperança de ver chegar ao

Fim do mandato um presente que nunca chega porque

Não faz parte da programação do manda no otário???

Vida, seu país está sempre onde você não estará jamais:

No futuro. Não dizem eles: “este é o país do futuro”!!!

Mas para eles é o país do presente rastreado naquela

Promessa de um futuro mágico que nunca chegará pq

O relógio que marcou as mesmas horas para seus pais

E antepassados é o mesmo que marcou de promessas

A fluidez do tempo em que você passou sem nada, a

Ver navios. Mas o mandatário em que você votou está

Com suas esperanças na conta do banco deles. Em suas

Fanfarronadas ideológicas, em afirmações tipo: “sou eu

Quem mandou”. Eu, o carcamano vindo do tempo mui

Muito passado dos césares supremacistas do império.

Da soberania e influência soberba dos tiranos romanos.

Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 25/11/2021
Reeditado em 25/11/2021
Código do texto: T7393374
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.