Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANAAN episódio 4: entre o amor e o ódio

CANAAN episódio 4: entre o amor e o ódio
Miguel Carqueija

Aproximam-se graves acontecimentos em Xangai: a Conferência Internacional Anti-terror. A Cobra prepara-se para atacar e Canaan praticamente sozinha luta contra a organização terrorista. Cenas de reminiscência voltam ao assassinato de Siam por Alphard. Siam já declarara certa vez que “Canaan é diferente de nós”. Ele próprio porém descobrira a menina, cujo nome não é revelado, isolada no interior de uma das casas da vila destruída pela guerra. Ele a adotou, chamou-a de Canaan (a Terra da Promissão) e ensinou-a a lutar com o corpo e as armas. Canaan possuía o dom da sinestesia, com sentidos misturados e cores misturadas. Ela via o sol em azul, “a cor do ódio”, assim dizendo por ser a cor que ela via nas pessoas que odiavam.
Mas Canaan está mais sozinha do que nunca. Tendo perdido há tempos Siam, morto pela traição de Alphard, ela teme agora perder Maria, a amiga inocente, a fotógrafa que anos atrás Canaan salvara de prováveis estupradores, empregando sua habilidade em artes marciais. Mas agora Maria vira Canaan matar um adversário e ficara gravemente chocada com isso. Maria, por sua vez, encontra-se deprimida e não fala do assunto com Mino. Ela pergunta a si mesma sobre o que deve fazer, e por que tem medo de Canaan.


Resenha do episódio 4 (Obscuridade de crescer) do seriado japonês de animação “Canaan” (Kanan). Estúdio PAWorks, 2009. Criação de Kinoto Nasu e Takashi Takeuchi com base em seu jogo “428: Shibuya scramble”. Direção: Masahiro Andõ. Produção: Hiroshi Kawamura, Jiro Ishii, Kei Fukura, Kenji Orikawa, Shigeru Saitõ, Yaswhi Õshima. Roteiro: Mari Okada. Música: Hikaru Nanase.
Elenco de dublagem original:

Canaan..................................Miyuki Sawashiro
Alphard al Sheya...................Maaya Sakamoto
Oosawa Maria.......................Yoshino Nanjo
Minoru Minorikawa (Mino)...Kenji Hamada
Siam.......................................Akio Õtsuka
Liang Qi..................................Rie Tanaka
Yunyun...................................Haruka Tomatsu
Cummings..............................Toru Okawa
Santana..................................Hiroaki Hirata
Hakko.....................................Mamiko Noto
Yuri Natsume.........................Junko Minagawa
Kenji Oosawa.........................Atsushi Ono
Jin (taxista).............................Joji Nakata


“Eu vou perder alguma coisa novamente?”
(Canaan)

“Ainda pensando em vingança? Lembre-se, não há sentido em contra-atacar ódio com ódio. Canaan, se você não usar suas habilidades para combater o ódio, você não será capaz de se realizar. Nada de bom virá com ódio.”
(Siam)


Numa cena surrealista, o espírito de Siam (ou seria uma alucinação?) aparece na parede e fala com Canaan. Siam busca lembrar a Canaan seu natural bom, por mais que ela já tenha praticado atos violentos e morto seres humanos, ainda que ela só mate bandidos terroristas. Canaan encontra-se cheia de dúvidas. Ela quer seguir os conselhos de Siam, mas ao mesmo tempo declara que não quer sofrer mais uma perda. Ela já perdeu Siam, eliminado por Alphard, agora teme perder Maria. A extrema solidão de Canaan vai ficando bem clara.
Então, Canaan penetra numa festa de alta sociedade onde Alphard, apesar de tudo, comparece com vestido de gala. Isso embora seja uma terrorista desalmada e fria. Quando Canaan a confronta no vestiário, leva a pior. Alphard zomba dela e observa estar feliz por ter Canaan descido ao seu nível: o nível do ódio. Canaan e Alphard conseguem sair do aposento bem antes de chegarem outras pessoas, e Canaan escapa do prédio. Ela sabe que Alphard, sua irmã de criação, é uma adversária temível, mas sabe também que precisará impedir seus planos.
A pontuação dramática do seriado é perfeita e lida com as emoções de diversos personagens. Por exemplo, enquanto isso Maria, concluindo afinal que Canaan só queria protegê-la, arrepende-se por ter repelido a mercenária e agora busca por ela.
Entretanto, tudo gira em torno de Canaan: a jovem sinestésica que carrega em suas costas um terrível fardo do destino: ser boa e ter de agir como pessoa má, capaz de dar tiros e de matar, além de viver como uma fora-da-lei.

Rio de Janeiro, 8 de novembro de 2019.

(na imagem: Canaan, cabelos claros, à direita; Alphard à esquerda)

 
Miguel Carqueija
Enviado por Miguel Carqueija em 08/11/2019
Reeditado em 09/11/2019
Código do texto: T6790273
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Carqueija
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 71 anos
3015 textos (192565 leituras)
56 e-livros (5082 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/11/19 16:55)
Miguel Carqueija