Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os melhores filmes ganhadores do Oscar de melhor filme estrangeiro

1- Parasita (2019): Coréia do Sul. Não colocar esse filme na lista seria um enorme sacrilégio e foi um acontecimento que entrou para a história por ter ganhado, não só melhor filme estrangeiro, mas também melhor filme. Se você ainda não foi assistir à esse filme impecável, não espere mais nenhum dia. Repleto de críticas sociais, momentos cômicos e tensos, excelentes interpretações e um ótimo roteiro. O melhor filme daquele ano. Disponível no Telecine Play.

2- Roma (2018): México. Por muitos, é considerada a obra prima do diretor mexicano, Alfonso Cuarón, com a sua fotografia em preto e branco, planos longos e belíssimos, e uma história tocante. O filme trouxe uma protagonista muito memorável, o papel estreante de Yalitza Aparicio, e deveria ter conseguido o feito de Parasita, já que era um grande aposta para ganhar a estatueta de melhor filme também. Uma das maiores injustiças da história da Academia. Disponível na Netflix.

3- O segredo dos seus olhos (2009): Argentina. Um dos filmes Argentinos mais aclamados de todos os tempos e um dos mais lembrados nessa categoria, além de que apresenta o grande Ricardo Darín, o mais famoso ator argentino, que interpreta um personagem que faz uma investigação de um brutal assassinato que vai o assombrar durantes anos. Um ótimo suspense e thriller policial, com um final que vai surpreender muitas pessoas. Disponível na Amazon Prime Video.

4- A vida dos outros (2006): Alemanha. Um dos melhores filmes de espionagem na história que se passa no lado leste de Berlim, durante a  Guerra Fria, e acompanha um agente da polícia secreta que passa os dias escutando e observando a vida privada de um dramaturgo. O filme é repleto de momentos de roer os dentes e surpreende o espectador a cada minuto. Disponível na Amazon Prime Video.

5- O tigre e o dragão (2000): Taiwan. Um grande filme de artes marciais e o melhor da obra do diretor Ang Lee, onde uma jovem rouba uma lendária espada e acarreta em diversas consequências. As cenas de ações são espetaculares e as coreografias deslumbrantes. Os personagens apresentam desenvolvimento e o filme tem uma linda trilha sonora. Além de ter a melhor cena de luta de espadas do cinema. Disponível na Netflix.

6- Tudo sobre minha mãe (1999): Espanha. Outra obra prima do cinema. Dirigido por Pedro Almodóvar, o filme conta a trajetória de uma mãe que após a morte do seu filho, muda de cidade para ir atrás do pai do garoto. As interpretações são sensacionais, assim como a fotografia, e tem um dos melhores monólogos de todos os tempos. Um filme sensível e muito tocante. É uma ótima escolha para começar a ver os filmes do diretor. Disponível no Telecine Play.

7- A excêntrica família de Antônia (1995): Países Baixos. O filme mostra as memória da matriarca Antônia na sua cidade natal no interior da Holanda. É um filme lindo e inesquecível que todos deveriam assistir. Repleto de personagens maravilhosos e muito carismáticos. Definitivamente merece mais reconhecimento e você não vai esquecê-lo tão facilmente depois de assistir. Disponível no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=ZTDJCalBg3Y

8- Cinema Paradiso (1988): Itália. Impossível não falar do perfeito Cinema Paradiso. Já fiz crítica desse filme e eu não preciso dá mais motivos para você ir assistir esse filme imediatamente. Um prêmio mais que merecido. Disponível no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=1kFfTHmPZtg

9- Moscou não acredita em lágrimas (1979): Rússia. Se o seu único conhecimento sobre o cinema russo é Tarkovsky, veja esse filme. A história acompanha três amigas universitárias e as suas vidas entre os anos 50 e 70 na União Soviética. Eu simplesmente adoro a protagonista e o filme me mostrou como era a vida dessas pessoas durante a Guerra Fria em uma perspectiva diferente do que estamos acostumados à ver. É um pouco longo, mas é um drama incrível. Disponível no YouTube, https://www.youtube.com/watch?v=X7GuhjGZ-xs (parte 1) e https://www.youtube.com/watch?v=uUVd9j543s8 (parte 2).

10- O discreto charme da burguesia (1972): França. Do mestre surrealista, Luis Buñuel, o filme é uma comédia satírica sobre o modo de vida alienante da burguesia através de situações absurdas e surreais, que são o principal recurso cômico da narrativa. Recomendo ver esse filme junto com uma outra obra do diretor, "O anjo exterminador", pois ambas tratam de assuntos parecidos e tem recursos semelhantes na forma de usar o movimento artístico de Buñel.

11- A fonte da donzela (1960): O que dizer de Ingmar Bergman ? Apenas um dos maiores diretores de todos os tempos e se você quer começar a se aventurar na obra do diretor, veja esse filme. Não tem nem 80 minutos e por isso, prefiro não falar a sinopse para não dar spoiler, mas a sua curta duração não faz o filme ser menos profundo do que outras obras do diretor. É um filme sobre inocência, omissão à violência e vingança. Disponível no YouTube, https://www.youtube.com/watch?v=NEoAW8UTzoU.

12- Vítimas da Tormenta (1946): O primeiro filme a ganhar esse prêmio não poderia ser mais sensacional. Vittorio de Sica traz um angustiante narrativa de dois amigos que tentam sobreviver nas ruas de Roma pós segunda guerra mundial. O meu filme favorito do neorrealismo italiano e que vai amassar, triturar, socar e acabar com o seu psicológico. O final vai te deixar melancólico por dias. Disponível no YouTube, https://youtu.be/AmfpGMXAxo0
Clarice Gaarder
Enviado por Clarice Gaarder em 06/04/2021
Reeditado em 06/04/2021
Código do texto: T7225668
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Clarice Gaarder
Fortaleza - Ceará - Brasil
46 textos (377 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/04/21 03:16)
Clarice Gaarder