Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades do mano poeta...

Quando vejo sua fotografia
A saudade aperta mais
Uma imensa nostalgia
De alguns tempos bom atrás

Lembro passeios na praia
Que nós  não faremos jamais
Quando vejo sua fotografia
A saudade aperta mais

Cantando, brincando a gente ia
Bem devagar pela estrada
Observando pastagens
Árvores de flores carregadas
Daquele tempo, hoje saudade
Quando vejo sua fotografia



(Hoje  seria aniversário do meu saudoso irmão,  poeta aqui do recanto: Cleris dos Santos)


Cleir
Enviado por Cleir em 01/09/2019
Reeditado em 01/09/2019
Código do texto: T6734625
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cleir
Barra Mansa - Rio de Janeiro - Brasil
985 textos (20664 leituras)
2 áudios (148 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/19 14:44)
Cleir