Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                                                                   
                               SÓ TERNURA!

 

            A solidão amarga e sempre dolorosa

                    de cada ser sozinho e cheio de tristeza

                    obriga que ele rogue a uma força assombrosa

                    tirar de suas mãos esta grande fraqueza.

 

                    Porém,com negro manto,a bruxa nebulosa

                    a toda hora apresenta um nova surpresa,

                    entristece nossa alma alegre e luminosa,

                    transformando a existência em luta sem beleza.

 

                    E para achar então bastante acolhimento,

                   fugindo assim de toda essa imensa tortura,

                    procuro em meu viver encontrar doce alento.

 

                   Mas se encontrar alguma amarga desventura,

                   jamais desistirei,fazendo um juramento:

                   transformarei a vida em ninhos de ternura!

                                                                   (Soneto alexandrino)

 

Alda Corrêa Mendes Moreira
Enviado por Alda Corrêa Mendes Moreira em 29/07/2008
Reeditado em 03/12/2008
Código do texto: T1103742
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alda Corrêa Mendes Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (16008 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 07:22)
Alda Corrêa Mendes Moreira