Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DE TRISTEZA

NO ADORNO ROMÂNTICO DE MEU VIVER
TENTO SOMENTE NÃO RECONHECER
O CALOR HUMANO QUE NOS FAZ ENVOLVER
TODA A REALIDADE DE MEU POBRE SER

NO ENTARDECER,PROCURO AS PALAVRAS SEM ME ENVAIDECER
TUDO AQUILO QUE FOI-ME JOGADO AO VENTO DE MEU BEM-QUERER

TRISTE SOU,POIS NÃO SEI SOBREVIVER
EM MEIO AS DESILUSÕES  DE MEU SER,
E DIANTE DE TANTAS PIEGAS PALAVRAS DE PARECER

SINTO VEROSSÍMEIS SENTIMENTOS EM MEU CARÁTER
DE PURO AMOR,PURA FELICIDADE PARA ABSORVER
TODOS OS MELHORES SENTIMEMNTOS DE TODO O MEU VIVER...

Messina
Lívea Messina Nunes
Enviado por Lívea Messina Nunes em 18/02/2006
Código do texto: T113470


Comentários

Sobre a autora
Lívea Messina Nunes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 42 anos
699 textos (84839 leituras)
3 áudios (543 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/04/21 02:18)
Lívea Messina Nunes