Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto da busca infinda

Lá onde o sol se põe encontrarei
um céu brilhante. E lá no céu azul
caminharei como quem busca a luz.
No imenso céu azul procurarei

milhões de estrelas a piscar pra mim,
que tenho medo de viver. E a luz
invadirá meu ser. E nos mil sóis
distantes anos-luz eu buscarei

a luz no céu azul... Divina luz!
Serei feliz ou infeliz... Não sei.
Não há felicidade nem amor

longe da luz, longe do sol. Enfim,
verei a luz do sol no céu sem fim,
amando a luz que me trará viver!
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 20/04/2005
Código do texto: T12244
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (290322 leituras)
36 áudios (11172 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/07/20 15:32)
Paulo Camelo

Site do Escritor