Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Subvertendo metáforas ( ou Poema Impoético)

Hoje pus-me a eructar fonemas,
nos meus espasmos diafragmáticos,
com sons e com olores coprolálicos
de fino flato em visceral poema.

Carpido no honor dos empiemas,
vim defecar na fossa do lirismo
e trovejar o meu meteorismo,
anunciando um novo estratagema...

Pois vim subverter a poesia!
Vim ultrajar a plêiade elitista,
que enquistou-se n'alma do artista,
para pregar em catedrais vazias.

Hoje amanheci metaforista
pra metaforizar hipocrisia.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 14/05/2006
Reeditado em 27/11/2006
Código do texto: T156119
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 67 anos
1776 textos (82414 leituras)
354 áudios (3574 audições)
14 e-livros (5649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/02/21 10:41)
Herculano Alencar

Site do Escritor