Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O meu poeta

O meu poeta
De Cândido

Há um poeta triste que em mim mora
Que julga ver em si algum talento,
Um rouxinol que canta cá por dentro
Mas que ninguém escuta lá por fora.

Acorda-me, de noite, a qualquer hora,
Sussurra-me um dorido pensamento
Tão triste como a flor do sentimento
Que germina nos olhos de quem chora.

Ah! Meu poeta doce, meu menino,
És o que ainda que tenho de divino,
De pureza de luz e de verdade.

Caminha nesse passo impoluto
E em breve, chegarás ao absoluto,
Onde está o portal da felicidade.

Cândido
Cândido
Enviado por Cândido em 25/06/2009
Código do texto: T1667171

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Cândido
Portugal
81 textos (1706 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 22:55)