Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                                                SEM DESTINO

INSÓLITO CAMINHO, O DESSE AMOR,
FEITO ONDAS REVOLTAS A REBENTAR,
LIVRE, SELVAGEM, INCONTIDO FRAGOR
EM MIM DESÁGUA NA CADÊNCIA DO MAR...

EU, TÃO  FRÁGIL, DO AMOR A DERIVA,
NO PROFUNDO OCEANO DO SEU QUERER,
ME AQUEÇO , AO PRAZER DESSA CHAMA VIVA.
E ME DEIXO AMAR, ME DEIXO ACENDER..

SOU NAU A QUEIMAR EM PLENO OCEANO,
E QUEIMO E ARDO SEM ME CONSUMIR,
EM MEIO ÁS PROCELAS DO DESENGANO...

E ASSIM, SEM DESTINO, NOS AMAMOS
AO SABOR DA PAIXÃO. NÃO HÁ ONDE IR,
Á NÃO SER O AMOR, ONDE APORTAMOS... 



Teca
Enviado por Teca em 22/07/2006
Reeditado em 06/08/2006
Código do texto: T199282


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Teca
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1179 textos (129299 leituras)
5 e-livros (1601 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/03/21 16:50)
Teca

Site do Escritor