Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cativo do instinto

Não quero me apegar a puro instinto,
amor carnal que mande no meu ser,
não quero ser escravo do prazer,
não quero me perder num labirinto.

Eu quero, sim, viver a imensidão
de paz e de ternura deste amor
que marca a alma, que me dá vigor
para escapar de vez da solidão.

Para escapar da solidão eu tenho
o mundo todo para amar, e sei
que tu me amas, e por isso eu vivo

a enaltecer o amor. Tu sabes bem
o amor que eu canto e sempre cantarei.
O meu instinto me mantém cativo.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 21/06/2005
Código do texto: T26674
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (290660 leituras)
36 áudios (11177 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/08/20 05:41)
Paulo Camelo

Site do Escritor