Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de indiferença diferente

Coleciono indiferenças e diferenças sobre...
A luz acende apaga acende apaga e vai
Me coloquei assim, a sentir  cortinas hoje
E esvair-me e diluir em tanto sofrimento que me trai!

Busco palavras que simbolizem os sentimentos sentidos
Sobre a indiferença que faz diferença para mim, poeta
O toque das cortinas que escurece tudo e deixa tudo sem sentido
E olho o verde como quem olha a fresta!

Luzes acesas para sonhar, luzes acesas
Eu penso e meu pensar me traduz o pensamento
Não és tú... quem tú és?... de tão pouca clareza

Que se te pintava e é esse agora o meu lamento
Só posso lamentar-te em tal tristeza
Pela indiferença diferente, pelo diferente sentimento!
dhália
Enviado por dhália em 29/01/2007
Código do texto: T361977

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5522 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 11:29)
dhália