Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALETA SEM TINTA
Lílian Maial
_____________________________________


Se eu conseguisse me expressar em cores,
como um poeta, e seus pincéis-palavras,
eu pintaria, em versos, só amores,
como esse amor, que eu sinto, e não se acaba.

Escolheria o bege, cor da pele,
para traçar o risco que corremos,
de ver o amor, sem sombras, todo entregue,
manchando a tela, tintas, escorremos.

Mas na paleta não existem chances,
de misturarmos nosso amor-nuances,
perpetuando assim a nossa arte.

Por isso insisto em versos sem centelha,
como um pintor, que arranca a própria orelha,
no desespero louco, e só, de amar-te.


ABR/2004
______________________________________
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 08/02/2007
Código do texto: T374170


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1224 textos (273546 leituras)
21 áudios (14064 audições)
3 e-livros (1588 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 07:39)
Lílian Maial

Site do Escritor