Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não vi a luz do teu olhar

Louco que fui, eu não te percebi
nesse disfarce de mulher. Cheguei
até a procurar onde eu errei,
pois eu te imaginava luz. Não vi

que a luz estava ali no teu olhar,
não pude perceber tamanho encanto.
Imaginando um sol num corpo santo,
eu fiz o encanto, assim, se dissipar.

A nossa realidade, agora eu sei,
não vive em nosso sonho, não é luz
inatingível, como a de um quasar.

Na minha insanidade, eu procurei
a luz. E enquanto a procurar me pus,
deixei morrer a luz no teu olhar.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 20/08/2005
Código do texto: T44069
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (291482 leituras)
36 áudios (11201 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/10/20 05:27)
Paulo Camelo

Site do Escritor