Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O vício de pedir

Sem ter a quem pedir, eu peço a ti
um pouco de ternura; eu peço paz,
compreensão, amor, eu corro atrás
do carinho, da vida. Eu não perdi

o vício de pedir, sou contumaz
pedinte, e não me vejo de outro jeito.
Eu peço o teu amor, porém respeito
a tua decisão. E peço paz.

E vou pedir por toda eternidade
e mais um pouco, até, pois, sem a paz,
amor não haverá no coração.

Faço um pedido com sinceridade
agora, que pedir não posso mais:
sem ter o que pedir, peço perdão.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 22/09/2005
Reeditado em 22/09/2005
Código do texto: T52904
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (290702 leituras)
36 áudios (11178 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/08/20 01:24)
Paulo Camelo

Site do Escritor