Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto do amor e dos medos

Tenho amor e tenho medos
de esmagadora grandeza,
silenciosos como a madrugada,
face a face, dois espelhos.

Decidi enfrentar um poema,
Só estou seguindo um dilema,
já que a náusea não cessa,
já que a mente não mansa.

Que venha figurado
metafórico, melancólico,
para iluminar o caminho ou torná-lo mais velado

Que venha munido
de ajuda ou de lança,
para curar a chaga ou decidir a luta.


2/1/2006
Saulo Pessato
Enviado por Saulo Pessato em 06/04/2016
Código do texto: T5596696
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Saulo Pessato
Campinas - São Paulo - Brasil
2836 textos (65609 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/20 05:37)
Saulo Pessato