Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espera...

Espera...

Esperarei em silêncio tua volta, escrita em branco
Da saudade que agora se torna pranto, ponto
Serão mas lentos os dias, não haverá cobranças
Fui tonelada, querendo ser pluma, choro calado

E nas goteiras do sentimento, fui puro, fui água
Que desagua no mar árido, da paixão terminada
Fui céu em luto, pela morte do amor desvairado
Fui arte, que se encontra, fui desastre por querer

Nas culpas, fui desculpa, sem coragem do novo
Nas linhas, entre linhas, do desespero de querer
Nas noites,  frio que cega à alma desconforto

Nos dias, fui cuidado, apresado para amar
No fim, fui refugio, pelo desgaste, sem aste
No recomeço, fui amor que espera esse embate...

Edson Junior 15/06/2016
Edson Junior
Enviado por Edson Junior em 15/06/2016
Reeditado em 15/06/2016
Código do texto: T5668149
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edson Junior
Recife - Pernambuco - Brasil
234 textos (7086 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/19 02:15)
Edson Junior