Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLHOS DE MALDADE

Tenho vergonha em dizer,
Mas, conspurquei tua castidade,
Buscando apenas o prazer,
Depositei em ti olhos de maldade.

Meu espírito irriquieto clama,
Cai aos teus pés, em indulgência,
Não resisti à lúbrica chama,
Maculei a tua pura inocência.

Naquele dia, naquela praça,
A tua faceirice me desafiou,
Arrancou de mim a sobriedade.

Teu jeito de menina, tua graça,
Inteiramente de mim, se apossou,
Perdoe, os meus olhos de maldade!


Leandro Ferbatty
Enviado por Leandro Ferbatty em 29/08/2007
Código do texto: T628958

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leandro Ferbatty
Bom Despacho - Minas Gerais - Brasil, 33 anos
40 textos (5460 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 01:04)
Leandro Ferbatty