Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CLEPSIDRA




O espelho da lua por sobre as águas,
Meus olhos rasgados p´lo espanto,
Veste o rio caudaloso, junto às fráguas,
Vestindo meu pobre ser com seu manto.

O entardecer é já aqui uma realidade,
Gatos que passam levando silhuetas,
E eu perco similar toda a grata idade,
Como a areia fina de mil ampulhetas.

Clepsidra vertical de antigos videntes,
Alquimia unificando gestos rarefeitos,
Ciência experimental de outras gentes.

E assim norteado pelas águas silentes,
Debruço-me das janelas os parapeitos,
Para ver das águas as cores prementes.

Jorge Humberto
27/08/07

Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 30/08/2007
Código do texto: T630862
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 52 anos
2622 textos (67284 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/18 03:55)
Jorge Humberto