Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TERNURA

Ah! Meu amor, deixa-me te encontrar,
Ser o único homem da tua louca vida,
Perder nas grades do teu meigo olhar,
Ser tua companhia terna e mais querida.

Ah! Meu amor, deixa-me te adorar,
Deixa-me te querer por toda vida,
Ser a tua estrada longa e florida,
Provar do prazer que faz sonhar.

Ah! Meu amor, deixa-me te encantar,
Deixa-me te seduzir quando passar
Pela minha rua absorta e dividida.

Ah! Meu belo amor, não fique iludida.
Venha sorridente, sem alma abatida,
Pois eu só quero com ternura te amar.
Carlos Melgaço
Enviado por Carlos Melgaço em 31/08/2007
Código do texto: T632494

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Melgaço
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 60 anos
1152 textos (33854 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 16:18)
Carlos Melgaço