Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDÃO

Solidão é coisa do outro mundo
Que entra no corpo da gente
Causando algo ruim, bem diferente,
Um sofrimento, um vazio profundo...

Solidão é martírio, chega de repente,
Invade o coração, penetra fundo,
Transformando prazer em amor carente,
Alegria em tristeza num segundo...

Solidão é bicho que corrói e mata,
Mata aos poucos, sem bravata,
Tal qual arpão certeiro no mar.

Solidão é veneno letal de serpante
Sangra e amarga o coração da gente.
O único antídoto é você logo voltar.
Carlos Melgaço
Enviado por Carlos Melgaço em 03/09/2007
Código do texto: T636858

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Melgaço
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 60 anos
1152 textos (33847 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 04:33)
Carlos Melgaço